domingo, 4 de setembro de 2016

[DIY Do It Yourself] Costurando - Parte 1

Em 2016, arrisquei fazer algo que sempre tive vontade, mas nunca tempo disponível para aprender: costurar!
Tinha alguma noção, porque minha mãe costurou por um tempo. Então, peguei a máquina dela pra mim ;D e arrisquei fazer algumas peças, seguindo a orientação de vídeo aulas no youtube!
Nesse primeiro post sobre o assunto, compartilho informações sobre a primeira peça que consegui concluir: saia com elástico!
Espero que gostem e se arrisquem a fazer um dia! Bjs


Essa foi a primeira saia que eu fiz. Segui as instruções do canal Do Fundo do armário ! Gostei muito do canal! As aulas facilitam muito o entendimento e são bem curtinhas!

Minha primeira saia com elástico

Para a segunda saia, segui a vídeo aula do canal do youtube A Costureirinha! Ela capricha no acabamento e dá dicas preciosas, bem raras nos outros canais!

Lookinho "tal mãe, tal filha"






sábado, 3 de setembro de 2016

[FESTA] Missão festinha de 03 anos na escolinha

Ainda não tinha passado por aqui para dizer que a adaptação escolar foi fantástica!
Amamos a escolinha e todas as novidades que ela tem nos proporcionado, em especial o convívio diário com as professoras e amiguinhos!
Com frequencia, somos avisados na agendinha que acontecerá uma festinha de aniversário na salinha. E Ester volta sempre radiante em dias de aniversários!
Por isso, resolvi fazer a festinha de 03 anos lá com os amiguinhos da escolinha e com o tema que é a cara dela: bailarina!
Seguimos o agendamento da escola (apenas nas sextas), respeitamos as regras (sem refri) e com praticidade fizemos uma comemoração bacana, que certamente está guardadinho no coraçãozinho da Ester!
Levamos suco, montei marmitinhas de doce e salgadinhos, servimos torta e distribuímos lancheirinhas e lembrancinhas!
Recomendo!

Festinha na Escolinha 03 anos
Lancheirinhas e lembrancinhas

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

[ATUALIZADO Maternidade] Desfralde aos 2 anos e meio

Atualização


No primeiro semestre de 2016, conseguimos concluir os desfraldes que faltavam: de cocô e o noturno!
Quando ela começou a pedir para fazer xixi, passei a colocar fralda apenas na hora de dormir, soneca diária ou a noite. Então, quando batia a vontade de fazer o número 2, ela pedia a fralda.
E assim prosseguimos. Até que em um momento de pressa, ela percebeu que seria uma boa ideia fazer o #2 no mesmo lugar que ela fazia o xixi.
Então, foi algo intuitivo. Ela resistiu algumas vezes, mas hoje já estamos vitoriosos: já faz tudo no vaso!

Sobre o desfralde noturno, também não tivemos dificuldades. Com o tempo ela passou a simplesmente não fazer, a fralda amanhecia sequinha.
Depois de algumas xixadas no colchão :( ela passou a acordar, caso sentisse vontade!
Bom, essa foi uma vitória exclusivamente dela! Conversamos um pouco sobre o assunto com ela, mas, realmente, o tempo é a maturidade e segurança da criança que determinam!

====================
O processo do desfralde ainda está em andamento. Porém, como tivemos avanços consideráveis, resolvi comentar sobre o assunto.
Como temos feito? 
Em casa, ela fica sem fralda durante todo o tempo, exceto nos horários de dormir. 
Observo o horário em que ela bebeu agua ou suco e, cerca de meia hora depois, começo a dizer, "se quiser fazer xixi, avisa à mamãe, que ela te leva ao banheiro". E assim vai. 
A princípio essa técnica parecia ineficaz, porque ela só me avisava depois do xixi já feito. Pelo menos, ela já tinha o entendimento de livrar o sofá e fazer no chão rsrs. 
Eu já estava bem cansada de lavar chão de xixi. Até que, em um belo dia de verão rsrs, ela resolveu aceitar meu pedido de ir ao vaso sanitário, adaptado como na foto (a cadeirinha ela pediu para colocar e conseguir subir sozinha), e esperar até sair o xixi. 
No dia seguinte, já pediu ao papai: "papai, quer fazer xixi". Algo fantástico! 
Hj saímos para jantar e ela avisou que queria ir ao banheiro. Enfim, estou bem animada com os progressos. Mas ainda temos mais para aprimorar no quesito "number two". 
#VamoQueVamoMamães


quinta-feira, 24 de setembro de 2015

[Maternidade] Desmame aos 2 anos e 3 meses

Foram muitas etapas para chegar até aqui. Durante a gravidez, logo aos 7 meses, surgiu o colostro em meus seios e aumentou a minha esperança de poder amamentar. Passei, inicialmente, pela fase dos mamilos feridos e da mudança da dieta para reduzir as cólicas de Ester. Depois veio a luta para manter o aleitamento exclusivo até os 6 meses, mesmo a minha licença maternidade ter durado apenas 4 meses. Ordenhamos, congelamos e o papai descongelava e dava o leitinho, mesmo na minha ausência. Em seguida, passamos pela difícil tarefa da introdução alimentar. Para os bebês que vêm da Amamentação Materna Exclusiva (AME), aceitar novos alimentos é ainda mais complicado. Aos 8 meses, Ester finalmente começou a aceitar um cardápio mais variado. E, com o passar do tempo, a família toda passou a compartilhar do mesmo cardápio (Ester ama arroz e feijão rsrs).
Chegamos num momento em que o peito tornou-se quase que exclusivamente apenas um lugar de aconchego, de se desligar do mundo, de buscar uma calmaria para desestressar e pegar no sono. Nos últimos meses, essa vinha sendo a principal função do "pétu" para Ester. Para mim, ele era a certeza de que eu conseguiria acalmá-la e aninhá-la. Um momento nosso.
Há algum tempo atrás, eu tentei privar Ester do querido e amado "pétu" durante a madugada,sem muito êxito. Foi uma experiencia meio traumática com muito choro e canseira. Então, desisti  de tentar naquela ocasião.
Mas venho observando Ester cada vez incrivelmente mais consciente das coisas que acontecem ao seu redor. Motivada por isso e pela conversa com mães amigas, resolvi voltar a tentar o desmame aos 2 anos e 3 meses de vida de Ester.
Resolvi que tentaria da forma mais simples e honesta possível,explicando que a mamãe estava cansada e que não poderia lhe dar o peito, pois é muito desgastante. Ofereceria apenas o colo, mas sem o tal do "pétu". rsrs E se Ester me desse um retorno positivo, seria o sinal de que ela estava pronta para o processo.
Tive a grata surpresa de perceber que Ester foi totalmente compreensiva. Mesmo estando em meio ao "terrible two" ela, depois de dar uma choramingada e percebendo que não teria o peito para dormir me disse, "mamãe pega historinha", "mamãe cante", "mamãe quer orar", "mamãe gostei parquinho"... me contou todo o seu dia, da forma dela... mesmo eu tendo passado todo o dia ao seu lado, ela me contou tudo rsrs ficou ao meu lado recebendo carinho e dormiu, sem o peito. E dormindo ainda está e sem o peito rsrs. Foi uma jornada e tanto, mas sinto que está acabando a minha linda fase da amamentação.
Deixará saudades e aquela sensação de dever cumprido, pelo menos no quesito "pétu" :) E o dia e a vida continua cheia de momentos nossos.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

[FESTA] Missão festinha de 02 anos em tempo de crise

Comecei a planejar a festinha de Ester no início do ano. Qdo não imaginava que tudo ficaria mais caro e minha grana bem mais restrita nos meses seguintes. 
Mesmo com restrições, mantive o plano e concluí a festinha no tema "Peppa Pig". Como mtas amigas me perguntaram sobre lembrancinhas e etc, deixo aqui alguns contatos de profissionais que conheci durante os preparativos dessa festinha e os que me acompanham desde eventos anteriores.



Fotos da nossa amiga Yasmin Karoline

Bolo no tema Peppa Pig - Cinthia Goes https://www.facebook.com/docejujubanatal?fref=ts
Letras 3D em papel com apliques - PapeLArtes https://www.facebook.com/papelarte.rn?fref=ts
Brinquedos, pipoca e algodão doce - Animafestas https://www.facebook.com/animafestalocacoes
Decoração - Suzi Oliveira https://www.facebook.com/suzi.oliveira.7545
Rótulos para personalizados - Bela Artes Festas http://www.elo7.com.br/belaartesfestas
Casinha da Peppa - Tutte Art Lembranças https://www.facebook.com/TutteArt?fref=ts
Lousa magnética - Tati Criações https://www.facebook.com/taticriacoeseartes?fref=ts
            Yasmin Karoline https://www.facebook.com/yasmin.karolinne.1?fref=ts
Garçons, Aux de cozinha e salgados - Divino Sabor https://www.facebook.com/profile.php?id=100007342547896&fref=nf
Mais salgados, mini jantar e dindins - Kitutes da Lu https://www.facebook.com/luciana.costa.5621?fref=ts
E os convites? Mantive o mesmo esquema do ano passado, por meio de redes sociais. 

Destaco que fazer alguns pedidos pela internet as vezes sai muito mais em conta do que fazer compras em lojas locais.

Além destes serviços, precisei comprar guloseimas, arranjos de mesa, balões e descartáveis.
Não preciso dizer que tive muito trabalho braçal, pois montei e enchi os personalizados. Para isso, contei com os amados titios de Ester, Rosaver e Kelly. Além disso, ganhamos o presente especial dos amigos Paulo e Yasmin, fotos externas e cobertura da festa em paralelo com o trabalho de Gy e Gê. Yasmin também emprestou o salão de festas do seu condomínio e me poupou de alugar um espaço. Eles também providenciaram deliciosos cupcakes e popcakes. Amamos!
O papai de Ester levou nossa cafeteira para servir café espresso para os amigos e ficou responsável pelo som da festa. 
Este ano não usei iluminação extra, infelizmente. Mas tudo ficou lindinho e aconchegante.  


sábado, 10 de janeiro de 2015

[VIDA ACADÊMICA] Monografia em 07 Passos

Escolhi 07 grandes e importantes passos sem os quais eu não teria finalizado nenhum Trabalho de Conclusão de Curso.
Falo com a experiência de alguém que atrasou o desenvolvimento de seu TCC durante a graduação. Não me orgulho disso, mas como professora, que atualmente se dispõe a orientar graduandos, consigo identificar nos meus alunos os mesmos erros que antes eu cometi.
Muitos deles não voltei a cometer durante meu mestrado e consegui defender minha dissertação no prazo, sem sofrimento adicional e com publicação internacional, o que conta muito.

01. Delimite campos de interesse. 
À medida em que a conclusão se aproxima, temos a noção de quão abrangente é o curso que escolhemos. Alguns têm o privilégio de rapidamente perceber em qual campo desejam realmente atuar. A maioria, no entanto, fica indecisa, sem saber onde manter o foco.
Por isso, informe-se sobre as pesquisas que estão em andamento na sua universidade. Converse com professores e alunos envolvidos em grupos de pesquisa. Participe de eventos. Busque artigos. Até que você encontre um assunto que te empolga.

02. Defina seu principal parceiro de pesquisa: o orientador.
Depois de se dispor a estudar determinada área dentro do seu curso, você precisa encontrar um professor para formar uma parceria de pesquisa. Esse é um detalhe muito importante.
Muitas vezes, um aluno se interessa por um tema mas não se sente a vontade para trabalhar com os professores responsáveis pela área de interesse. Ao contrário também acontece. O aluno possui afinidade com algum professor, mas não gosta de sua área de pesquisa.
O ideal é equilibrar afinidade com o professor e com o tema estudado.

03. Escolha um tema e conheça-o.
Não adiante ficar dependente das leituras indicadas pelo seu professor orientador, muito menos limitado pelos livros que estão na biblioteca e em português. Para conhecer o seu tema e entender as investigações atuais a respeito, você muito provavelmente precisará ler artigos dos últimos congressos e periódicos. Participar de eventos também pode ajudar. E informações novas nem sempre são disponibilizadas imediatamente em nosso idioma.

04. Defina objetivos e marcos.
Objetivos e marcos serão obrigatórios para uma pré-defesa, ou seja, para aquele momento em que o seu trabalho será pré-avaliado quanto à relevância e à viabilidade de finalizá-lo no tempo disponível.
Sem esses parâmetro é impossível mensurar o quão perto você está de sua conclusão.


05. Cumpra seu cronograma.
Não adianta definir prazos e não alcançá-los. Muitas vezes existe boa vontade em cumprir os prazos, mas as atividades são muitas para pouco tempo. Portanto, busque não acumular atividades. Faça pouco, mas faça sempre que possível.


06. Certifique-se de que está obedecendo todas normas de sua instituição.
Em geral, todo o processo de desenvolvimento do seu trabalho precisa ser documentado e apresentado para uma comissão avaliadora. Essa documentação e apresentação não acontecem aleatoriamente, mas costumam seguir normas, que podem variar de acordo com a instituição de ensino. Então, esteja certo de que todos os documentos gerados, digitais e impressos, estão formatados de acordo com as normas de sua faculdade. Ensaie sua apresentação para que ela caiba no tempo determinado. Organize-se para obter uma apresentação acessível aos colegas de sua área e também àqueles que não convivem com a sua pesquisa.

07. Entenda e avalie a contribuição do seu trabalho.
Todos querem ser aprovados com ótimas notas. Mas, sejamos realistas, notas excelentes são atribuídos a trabalhos que realmente contribuem com a comunidade relacionada à pesquisa. É comum ouvir sobre "injustiças" cometidas pelas bancas avaliadoras. Mas esteja consciente de que seus avaliadores não levarão em consideração as noites em claro, a vida social anulada, toda renúncia feita em prol do seu TCC. Eles também não são obrigados a relevar falhas no seu trabalho porque você tem um ótimo histórico ou porque você era o aluno mais carismático da sua turma. Esqueça isso. Bons avaliadores estão interessados em resultados. Então, documento-os e apresente-os da melhor forma. Reflita sobre o motivo de algum resultado não ter sido alcançado, se necessário. E saiba que um bom trabalho não se encerra numa monografia, mas gera trabalhos futuros, sim! Busque conhecer a possibilidade de continuação do seu trabalho. E, lembre-se, o trabalho é seu (considerando aqui um TCC individual)! Existem parcerias, orientações, mas um único autor.





sábado, 12 de julho de 2014

[FESTA] Missão aniversário de 01 ano

Sim sim sim! Eu sei e é verdade: a bebê não vai lembrar!
Não vai lembrar de muitos outros detalhes e momentos que vivemos ao lado dela!
Mas eu, a mamãe (o papai demorou um pouco para assimilar a ideia, mas no final curtiu tudo e ficou responsável pela trilha sonora da festa :DD), escolhi fazer uma festinha em comemoração a esse marco tão importante em nossas vidas: 01 ano de vida extra uterina!
01 ano da realização de um sonho maravilhoso, que temos o privilégio de viver e podemos compartilhar com família e amigos, que realmente se importam!

 


Passado o dia especial, já posso dizer: missão concluída com sucesso!
Sempre identificamos algo que poderia ser melhorado, claro! Mas, no geral, ficamos satisfeitos com o resultado. Por isso, resolvi postar sobre a organização da festinha. Já que muitas mães amigas têm pedido sugestões.
Segue uma sugestão de checklist.

01. Lista de convidados.
Antes de mais nada, coloque sua lista no papel nome por nome. A quantidade de pessoas é importante para definir muitos outros detalhes da festa.
Se possível, a lista deve incluir convidados da mamãe e do papai.
Lembrem-se que, em geral, os buffets não levam em consideração crianças com menos de 05 anos. Considere também que alguns convidados podem levar um sobrinho, um afilhado, um irmão mais novo, ...

02. Limite para os gastos.
Estou considerando aqui que converso com pessoas que não querem se endividar a perder de vista e conhecem os limites financeiros da família. Com a quantidade de convidados já definida será possível mensurar quanto será necessário para custear a festa.
O que mais pesa nessa medida são os comes e bebes: buffet e bolo. Esses itens, em geral, são responsáveis por mais de 40% do total gasto.

03. Estilo e o tema da festa.
Parece a maior besteira, mas não é!
Definir o estilo e o tema da festinha ajudam a manter o foco. A mente da mamãe está a mil e cheia de ideias. É preciso ter um filtro para todas as informações que virão.
O ideal é que o tema seja algo relacionado aos gostos da criança.
De acordo com a sua lista de convidados perceba qual estilo é mais conveniente. Ex.: a bisa estará presente o só a criançada? terá algum recém-nascido? ...

04. Data e Hora.
Escolha uma data e um horário prioritários o mais rápido possível. A escolha deve ser feita de forma que garanta a presença, no mínimo, do papai e da mamãe. (Ex.: o pai ou a mãe trabalha embarcado? Confira no calendário se ambos estarão livres. Confira também se não tem nenhum outro evento em que os convidados estejam envolvidos!)
Mas tenha em mãos planos B e C.
Você em breve precisará definir o local e contratar alguns serviços e pode acontecer de o dia escolhido não estar disponível. Então, você terá de abrir mão de alguma coisa: da data ou do serviço. xD

05. Local.
Você já tem os principais itens para definir o local mais adequado: convidados, limite de gastos, estilo e tema da festa, data e hora.
O lugar escolhido deve comportar todos os seus convidados confortavelmente. Pode ser a garagem da sua casa, o jardim, o salão de festas do condomínio, a casa de praia, o clube, até mesmo a praça de alimentação de um shopping, a escola da criança ou um salão de festas. Existem locais para todos os estilos e bolsos.
Leve em consideração também o clima. É prudente fazer uma festa ao ar livre em período de chuvas? Se tiver muito sol, o local oferece espaço com sombras? Se existem bebês na lista de convidados, o local oferece trocador?
É possível decorar o local com o tema desejado? E, a pergunta mais crítica, o local está disponível no dia e no horário escolhidos?
Recomendo: https://www.facebook.com/pages/Eliana-festas-e-Buffet/433233403402572

06. Convites.
Ok. Você já sabe a data, o horário, o local, o tema e quem convidar. Agora você já pode encomendar ou montar os convites.
Eu não imprimi convites. Então, tive que fazer uma força tarefa para convidar todo mundo via redes sociais, emails, whatsapp, ...

07. Decoração.
São muuuuitos os detalhes da decoração! E cada detalhe da festa, vira um item decorativo. Tantos que não sabemos bem por onde começar!
Até mesmo se você contratar um profissional, você precisará se envolver nesse ponto da sua festa. Se você for fazer sozinho, então, nem se fala. Mentalmente, eu dividi a decoração nas seguintes partes e entendo que essa divisão serve tanto para a festa mais despojada quanto para as mais elaboradas, pelo que eu pesquisei: mesa principal com bolo, mesas secundárias com doces e personalizados, espaço para lancheiras, espaço para presentes, mesas dos convidados com arranjos de mesas.
Contratei um serviço de decoração provençal maravilhoso! Perturbei a decoradora até onde eu pude! Até as últimas!! kkk Agradeço imensamente por ela ter visto o jogo do Brasil no salão de festas, trabalhando! Eu tive que providenciar balões (3000), mandala em mdf com foto de Ester, o nome "Ester" em mdf e iluminação extra. A iluminação deu um toque todo especial! Amei!
Recomendo:
Decoração https://www.facebook.com/suzi.oliveira.7545
Iluminação https://www.facebook.com/nielyadriano.guimaraes
Mandala em mdf  https://www.facebook.com/festacomartern
Balões https://www.facebook.com/profile.php?id=100004348745429
Letras em mdf http://loveletter.com.br/

08. Comes e bebes: buffet, bolo, docinhos e guloseimas.
Ao contratar o buffet, você já não precisará se preocupar com a compra (apenas com a despesa) de doces, salgados, bebidas e cutelaria ou descartáveis. Em geral, um serviço de buffet já providencia tudo isso, além de garçons e auxiliares de cozinha, o que é uma mão na roda. Em geral, calcula-se 10 salgados e 7 doces por pessoa (a partir de 05 anos).
Esses doces devem incluir os simples, como brigadeiro e beijinhos, e os mais elaborados, trufas, cupcakes, popcake, tortinhas, pirulitos de chocolate etc.
Numa festa infantil, ainda podemos contar com lanchinhos como algodão doce, pipoca, churros, picolé, sorvete, ... Esse serviço é uma ótima opção para aquelas crianças maiores que passam a festa brincando e não param nas mesas.
O bolo é um item importantíssimo não só nos comes, mas também na decoração. Ele estará presente nas principais fotos da festa e é o item que fecha a festa, por ser o último a ser servido. Logo, deve ser pensado com todo o carinho não só na estética mas também no sabor.
Alguns itens distribuidos em festas infantis são para degustação pós festa :D Como exemplo temos as cobiçadas lancheiras. Muitas mães me perguntam como preenche-las. Criei minha própria lista de guloseimas para lancheiras:

- 03 bombons
- 01 bis
- 01 pirulito
- balas (02 de chocolate, 02 de morango, 03 de frutas, 02 de mentos)
- 01 pacote de pipoca bokus
- 03 caramelos
- 01 mini mentos
- 01 paçoquinha
- 01 brinquedinho (apito, carrinho, panelinha ...)
- 01 canudinho com bolinhas coloridas de açucar
- 01 pacotinho de jujuba
- 02 pacotinhos com pastilhinhas.

Recomendo: 
Bolo https://www.facebook.com/MegCake
Chocolates https://www.facebook.com/ArtesDoceSalgados
Buffet https://www.facebook.com/cleide.moura.7547
Doce de Côco (recheio dos potinhos de papinhas decorados) https://www.facebook.com/annekelly.alves.3

09. Lembrancinhas.
Além das lancheiras, costuma-se distribuir algo a mais que se guarde de recordação da festa. Ultimamente, tem-se optado por lembrancinhas que sejam úteis para os convidados para valer a pena o investimento. Tenho visto muitos brinquedos, como baldinho de praia ou ainda livrinhos para colorir, massa de modelar, ...
Para isso, gostaria de ter me dedicado mais à elaboração de lembrancinhas, mas infelizmente me faltou tempo para a confecção :( , mas não me faltaram ideias. Muitas! Fica para as próximas! Compartilharei com vcs em outros posts.
Providenciei e decorei os personalizados (latinhas, tubetes, potinhos de papinhas, ...), além dos arranjos de mesas que os convidados puderam levar para casa. Fiz o que estava ao meu alcance. ;D
Recomendo: 
Adesivos para personalizados https://www.facebook.com/lorena.beatriz.16
Lancheirinhas https://www.facebook.com/anailde.rocha

10. Fotografia.
Como todos falam, os bebês não lembrarão desse momento. Pura verdade!
Mas eu me recordo dos detalhes da minha festinha de 01 ano graças aos registros fotográficos. Lembro-me do bolo, das lancheirinhas, do animador de festa que mainha improvisou (um primo fantasiado de papai noel), lembro dos convidados, do meu vestido, da roupa da minha irmã combinando com a roupa da minha mãe, lembro dos presentes que ganhei, tudo isso graças às fotos que painho tirou e passei minha infância toda vendo e revendo.
Seja qual for o estilo da festa, fotografe!
Recomendo: 
Fotos https://www.facebook.com/DahliaImagens

11. Brinquedos, brincadeiras e atrações.
Se as crianças convidadas foram apenas bebês bem novinhos, elas, TALVEZ :D, se conformarão em ficar com os papais nas mesas. Mas se forem crianças com pouco mais de 01 ano, provavelmente, vão querer explorar o local, brincar, correr, pular, interagir com outras crianças, se divertir! Por isso, providencie alternativas como brinquedos (pula pula, escorregas, piscina de bolinhas, balancinhos ...) e/ou atrações contadores de histórias, animadores que pintam os rostinhos, as mãozinhas e que puxam aquelas brincadeiras clássicas, como vivo ou morto, dança da cadeira, ...
Ah isso tudo deve acontecer ao som de uma trilha sonora bem legal! :D
Recomendo:
Brinquedos Pipoca Algodão Doce https://www.facebook.com/isaque.lima.5876

12. Logística.
Ok! Tudo organizado! Prazos estabelecidos! Chegará o dia da festa e para não rolar stress desnecessário, defina uma lista de coisas a fazer e delegue funções. Eu pude contar com a ajuda dos meus pais, da minha irmã e do meu cunhado para finalizar os detalhes e para me ajudar no acompanhamento da decoração.
Contei com a ajuda de uma cerimonial sensacional, que, na minha ausência, recepcionou o pessoal do buffet, do bolo, dos doces, das fotos, da maquiagem. Aliás, uma maquiadora maravilhosa que foi me maquiar no local da festa para eu não sair com cara de cansada nas fotos, depois de toda a maratona dos preparativos rsrs.
Recomendo:
Cerimonial https://www.facebook.com/cibelle.santos.12
Maquiagem https://www.facebook.com/flavia.barros.96155
Cabelo https://www.facebook.com/RobertaCarvalhoh

PS - Quando eu tiver as fotos oficiais, posto para vcs!